sábado, 17 de fevereiro de 2018

SACRAMENTO DO BATISMO DIA (18 DE FEVEREIRO DE 2018)

Resultado de imagem para sacramento do batismoImagem relacionada

Amanhã dia 18 de fevereiro de 2018 na Paróquia Nossa Senhora de Fátima as crianças vão receber o Sacramento do Batismo. Contamos com a presença de todos os membros da Pastoral Familiar, para estarmos juntos nesse momento tão importante na vida das crianças e dos Padrinhos.
O Batismo acontecerá a partir das 11:30 hs, após a Santa Missa na Paróquia.
Vamos seguir a nossa escala do Batismo, conforme cada um recebeu. Muito obrigado a todos !

Sagrada Família de Narazeth, rogai por nós !!!

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

REUNIÃO COM A PASTORAL FAMILIAR NOSSA SENHORA DE FÁTIMA AMANHÃ DIA (17 DE FEVEREIRO DE 2018)

Resultado de imagem para Pastoral Familiar FátimaImagem relacionada

Amanhã, dia 17 de fevereiro de 2018, após o nosso Encontro em Preparação para o Batismo, teremos a nossa reunião, para tratarmos de alguns assuntos relativos ao nosso Curso de Noivos, que vai acontecer dia 18 de março de 2018, para definirmos as equipes que vão trabalhar durante o encontro, e alguns outros assuntos importantes que devemos tratar.
Contamos com a presença e a participação de todos !

Sagrada Família de Nazareth, rogai por nós !!!

ENCONTRO EM PREPARAÇÃO PARA O BATISMO (COM A PASTORAL FAMILIAR NOSSA SENHORA DE FÁTIMA)

Resultado de imagem para sacramento do batismoImagem relacionada

Amanhã, dia 17 de fevereiro de 2018, na Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora, com a Graça de Deus, teremos o Encontro em Preparação para o Batismo, a partir das 14:45 hs. Pedimos a Jesus, à Nossa Senhora e ao Espírito Santo que estejam sempre conosco, e nos capacite para que Jesus nos use como um instrumento eficaz na vida dos pais e padrinhos que vão participar do encontro. Que o Espírito Santo de Deus atinja os seus corações, e possam após o curso, saírem cientes da missão que lhes aguarda, que é conduzir as crianças, que são seus filhos e afilhados nos caminhos da iniciação Cristã, seguindo com perseverança os passos de Jesus! Que Jesus, pela Graça do Espírito Santo, conduza a Pastoral Familiar Nossa Senhora de Fátima nesse encontro, e nos direcione para aquilo que é a vontade de Deus durante este encontro.
Contamos com a presença e a participação de todos !

Sagrada Família de Nazareth, rogai por nós !!!

EVANGELHO DO DIA (17 DE FEVEREIRO)

LITURGIA DIÁRIA
Evangelho (Lc 5,27-32)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 27Jesus viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado na coletoria. Jesus lhe disse: “Segue-me”. 28Levi deixou tudo, levantou-se e o seguiu.
29Depois, Levi preparou em casa um grande banquete para Jesus. Estava aí grande número de cobradores de impostos e outras pessoas sentadas à mesa com eles. 30Os fariseus e seus mestres da Lei murmuravam e diziam aos discípulos de Jesus: “Por que vós comeis e bebeis com os cobradores de impostos e com os pecadores?”
31Jesus respondeu: “Os que são sadios não precisam de médico, mas sim os que estão doentes. 32Eu não vim chamar os justos, mas sim os pecadores para a conversão”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

SANTO DO DIA (17 DE FEVEREIRO)

Sete Santos fundadores da Ordem dos Servitas

Os Sete Santos fundadores deram um passo de radicalidade

Interessante percebermos o contexto do surgimento desta ordem. No século XII e XIII, predominava uma burguesia anticristã na vivência, porque dizer que é cristão, que é católico, não é difícil, mas vivenciar e testemunhar o amor a Cristo, à Igreja e aos pobres, só com muito esforço e muita graça do Senhor.
Providencialmente, Deus, em sua misericórdia, foi suscitando vários santos como verdadeiros caminhos da fé e da felicidade, como os sete santos de hoje que fundaram a Ordem dos Servos de Maria. Eles pertenciam ao grupo de burgueses, até que foram se aproximando de um grupo de oração que se reunia com uma imagem de Nossa Senhora e ali oravam. Aqueles jovens foram se aproximando e a graça de Deus foi conquistando o coração deles.
Foram sete a dar um passo de radicalidade. Abandonaram o luxo, os cavalos, as festas, e foram viver uma vida monástica como sinal de santidade naquela sociedade em decadência. Com exceção de Alessio, que ficou como irmão religioso, os demais tornaram-se sacerdotes. Mas todos eles, como um só sinal de que ser servo de Cristo e da Virgem Maria, é preciso ter muito amor.
Oração, penitência e renúncia são percebidos na vida dos santos. Essas coisas são comuns, porque brotam da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo e estão presentes no Evangelho que a Igreja de Cristo prega.
Sete Santos fundadores da Ordem dos Servitas, rogai por nós!

EVANGELHO DO DIA (16 DE FEVEREIRO)

LITURGIA DIÁRIA
Evangelho (Mt 9,14-15)
— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 14os discípulos de João aproximaram-se de Jesus e perguntaram: “Por que razão nós e os fariseus praticamos jejuns, mas os teus discípulos não?”
15Disse-lhes Jesus: “Por acaso, os amigos do noivo podem estar de luto enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo será tirado do meio deles. Então, sim, eles jejuarão”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

SANTO DO DIA (16 DE FEVEREIRO)

Santo Onésimo - Discípulo de São Paulo

Santo Onésimo se converteu e era conhecido como o “coração de São Paulo”

Bispo e mártir, Santo Onésimo teve em sua história São Paulo e também os amigos dele. O que se sabe concretamente sobre Onésimo está testemunhado na carta de São Paulo a Filémon que começa assim: “Paulo, prisioneiro de Jesus Cristo, e seu irmão Timóteo, a Filémon, nosso muito amado colaborador” (Filémon 1,1). Foi nessa missão de São Paulo que ele encontrou-se com um fugitivo escravo chamado Onésimo, cujo nome significa, em grego, útil.
Onésimo abandonou a casa de seu senhor, provavelmente levando os bens próprios deste. A partir do versículo 8, São Paulo, pede para seu amigo uma intercessão. “Por esse motivo, se bem que eu tenha plena autoridade em Cristo para prescrever-te o que é da tua obrigação, prefiro fazer apenas um apelo para a sua caridade. Eu, Paulo, idoso como estou e, agora, preso por Jesus Cristo, venho suplicar-te em favor deste meu filho que gerei na prisão: Onésimo” (Filémon 1,8-10). Esta expressão de São Paulo, de gerar, significa evangelizar, cuidar; não apenas dar a conhecer a Cristo, mas acompanhar o crescimento do cristão.
Era assim o relacionamento de amor entre Paulo e Onésimo. Mas São Paulo sabia que Onésimo precisava ir ao encontro de Filémon. Então, prossegue: “Ele poderá ter sido de pouca serventia para ti, mas agora poderá ser útil tanto para ti quanto para mim. Torno a enviá-lo para junto de ti e é como se fosse o meu próprio coração, que é amor do apóstolo, um amor que se compadece e que toma a causa”. Por isso, não só Onésimo foi ao encontro de Filémon, como este o dispensou e o perdoou.
O santo de hoje ajudou São Paulo em sua missão e chegou a ser escolhido como Bispo que, por amor a Cristo, deixou-se apedrejar, perdoando a todos e sendo testemunho para os cristãos.
Santo Onésimo, rogai por nós!